quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Desejo pra 2011


"Desejo que encontre maneiras para se fazer feliz no intervalo entre o instante em que cada dia acorda e o instante em que ele se deita pra dormir... Que se sinta livre e louco o bastante pra deixar a sua essência florir."

(Ana Jácomo)

Hoje necessito
de lareira..
de um vinho..
de palavras, de delírios...

sou feita de primavera
de neblina
de intensa nostalgia
dos lábios dóceis da distância
da desperta e perturbada alegria...

Hoje queria diminuir estradas
cortar embaraços
atravessar fronteiras...
teus braços ...

sou feita de uma perturbada destreza
de perturbar teus dias, como os meus
hoje queria lareira, vinho
hoje queria perturbações de nada que é meu...

(Francieli Rebelatto)

"Dá um certo trabalho decodificar todas as emoções contraditórias.
Que vontade, que vontade enorme de dizer outra vez meu amor, depois de tanto tempo e tanto medo.
Incrível como algumas coisas deixam marcas, e até parece que foram marcadas à ferro, porque você ainda as sente."

(Caio Fernando de Abreu )


"Mas amar é querer que a alma do outro seja feliz,
não importa como, onde e assim por adiante..."

(Hoje é dia de Maria)

"Mais tarde eu saberia que certas experiências se
partilham - até mesmo sem palavras – só com gente
da mesma raça.
O que não significa nem cor nem formato de olho
nem tipo de cabelo,
mas o indefinível parentesco da alma."

(Lya Luft)

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010


"Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube.(...) Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito."

(Caio Fernando de Abreu)

A beleza de cada dia só existe
porque não é duradoura
Tudo o que é belo
não pode ser aprisionado,
porque aprisionar
a beleza é uma forma
de desintegrar a sua essência.

(Pe. Fábio de Melo)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010


"[...]a saudade é um sentimento bem vindo pois confirma o valor de quem foi ou é importante para nós, mas ao mesmo tempo é um sentimento doloroso, pois acusa a ausência e os ausentes sempre nos doem..."

(Martha Medeiros)

"Não sei como me defender dessa ternura que cresce escondido, de repente, salta para fora de mim, querendo atingir todo mundo."

(Caio Fernando Abreu)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010


"Te vi por detrás das rosas e havia nos teus olhos
uma ânsia muda.
Algo assim como se quisesses falar comigo.
Juro que na saída tentei me aproximar.
Mas tive medo.
Sei que ainda vamos ser amigos.
Não quero forçar nada".

(Caio Fernando de Abreu)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010


Todas as manhãs
Pensamos acordar os mesmos
Mas somos outros
E outro é o mundo

Todas as manhãs
Sonhamos com o melhor
Mas somos o caminho
Como assim a vida é

Todas as manhãs
Nasce outro mundo
E outra vida em nós
Como se fossem últimos

Todas as manhãs
Somos os únicos de nós
Juntos ao todo do mundo
Como se fossemos um

Todas as manhãs
Renascemos em nós
Na rapidez do mundo
No silêncio do dia

Todas as manhãs...

(Luiz Carlos Peçanha de Araújo - Lagoa Santa/MG)

domingo, 19 de dezembro de 2010


"...Mas quando as coisas resistem às idéias, e o mundo resiste aos sonhos — não penso nunca em mudar de sonhos nem sequer mudar de idéias: eu procuro primeiro mudar de coisas e também mudar de mundo.
Só depois me desencanto...
Por isso nunca me desespero!"

(Edson Marques
www.mude.blogspot.com/)

Meu segredo é ter os olhos verdes e ninguém saber.
À extremidade de mim estou eu.
Eu, implorante, eu a que necessita, a que pede, a que chora, a que se lamenta.
Mas a que canta. A que diz palavras.
Palavras ao vento? que importa, os ventos as trazem de novo e eu as possuo.
Eu à beira do vento.
O morro dos ventos uivantes me chama.
Vou, bruxa que sou.
E me transmuto.

(Clarisse Lispector)

Em vez de tentar escapar de
certas lembranças,o melhor
é mergulhar nelas e voltar
à tona com menos
desespero e mais sabedoria.

(Marta Medeiros)

"[...] E a doçura é tanta que faz insuportável cócega na
alma. Viver é mágico e inteiramente inexplicável."

(Clarice Lispector )

De azuis e de horizontes. Oceano em repouso, campos de sol, dança das árvores com o vento. Da solidão simples que ecoa nas falésias, marcha de rio calado, pássaro de asas jovens. Da amplitude de um passo. É assim.
Um amor bonito que acende todas as luzes no fim de tarde, que vela o sono, desenha o rosto, atencipa o abraço. Um amor que encosta os cílios no meu rosto quando quer sentir meu cheiro, que me invade doce a boca e caminha com as mãos nas minhas mesmo quando já não está mais aqui.
É um amor tão bonito que não enfraquece, não esmorece, não envelhece, não perde a cor com a chegada do outono. Um amor de músicas eternas. De riso fácil. De pés que se encontram sob o cobertor, beijo de geléia de framboesa, olhos marejados por um adeus. Um amor de encontros, de chegadas, de regresso. De poesia muda.
Um amor que corre solto em uma direção só sua, feito rios que abraçam outros rios e descobrem o mar. É um amor próspero, de face exata, de corpo inteiro, de rumo certo.
Um amor que não acaba mais.

(Bárbara M.P. www.eubarbara.blogspot.com/)

"Porque em meio aos que falseiam,
somos os que querem simplesmente amar.
E amar, bom... Amar á chique!"

(Fernanda Young)

"A vida é mais tempo alegre do que triste.
Melhor é ser."

(Adélia Prado)

o cheiro de mato e o barulho dos teus olhos em mim
te penso tanto mais assim
brasa no fogão e as mãos quentes
quietas e confidentes
entre pensamentos escondidos
dentro dos bolsos
quase te sinto quando te ouço
caminho ouvindo teus sonhos
de culpas e silêncios quebrados
ai, o quanto desejo que me sigas
que me abraces como se eu fosse uma árvore
e espalhes meu perfume pelo campo
cantem os pássaros pela clave do abismo
é chegada A Hora.

(http://www.boccachiusa.blogspot.com/)

"Há coisas por debaixo de tudo. O mundo é um planeta com uma infinidade de canais subterrâneos, as pessoas podem esconder em suas vidas ordinárias tanta falta. Nem sou capaz de dizer de quê. Porque falta é falta e ponto final. Não tem uma especificidade."

(
www.boccachiusa.blogspot.com)

"Então, de repente, sem pretender, respirou fundo e pensou que era bom viver. Mesmo que as partidas doessem, e que a cada dia fosse necessário adotar uma nova maneira de agir e de pensar, descobrindo-a inútil no dia seguinte - mesmo assim era bom viver. Não era fácil, nem agradável. Mas ainda assim era bom. Tinha quase certeza."

(Caio Fernando Abreu)

"Então pare de reclamar, pare de buscar o impossível, pare de exigir perfeição de si mesmo, pare de querer encontrar lógica pra tudo, pare de contabilizar prós e contras, pare de julgar os outros, pare de tentar manter sua vida sob rígido controle. Simplesmente, divirta-se."

(Martha Medeiros)

Boba de amor,
e eu não sei no que você acredita
quando me atrapalho nas palavras
só porque sua presença me intimida

Tenho tanta vontade de viver de novo
fico ansiosa pelo próximo dia, e o próximo
para te ver de novo e reparar seus cabelos crescendo,
tua pele sendo marcada levemente pelos anos
e me apaixono da forma que o tempo passa por você

Eu posso me apegar a outras coisas,
mas você criou um mundo em minha cabeça
e enquanto eu penso qualquer coisa para que te esqueça
o mínimo que me distraio, um deslize só,
posso imaginar sua voz dizendo meu nome
e de repente posso me sentir
a pessoa mais amada no mundo
e não porque eu mereça,
mas porque você me escolheu
no teu amor

(Cáh Morandi)

''É um tal milagre encontrar, nesse infinito labirinto de desenganos amorosos, o ser verdadeiramente amado… Esqueço o casalzinho no parque para perder-me por um momento na observação triste, mas fria, desse estranho baile de desencontros, em que freqüentemente aquela que devia ser daquele acaba por bailar com outro porque o esperado nunca chega; e este, no entanto, passou por ela sem que ela o soubesse, suas mãos sem querer se tocaram, eles olharam-se nos olhos por um instante e não se reconheceram.''

(Vinicius de Moraes)

Não existe um momento do dia
No qual possa afastar-me de ti
O mundo parece diferente
Quando não estás junto de mim

Não há bela melodia
Na qual tu não surjas
Nem quero escutá-la
Se não a escutas

É que tu convertes-te
Em parte de minha alma
E nada me consola
Se não estás também

Mais distante de teus lábios
O sol e as estrelas
Contigo na distância
Amada minha, estou

Em parte de minha alma
Já nada me consola
Se não estás também
Mais distante de teus lábios
O sol e as estrelas
Contigo na distância
Amada minha, estou

"Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, e que faço falta quando não estou por perto."

(Mário Quintana)

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010


''E que você suporte os meus defeitos e se sinta orgulhoso das minhas qualidades, e apesar de não ter uma beleza extrema, poder fazer com que você enxergue que gostar de alguém vai muito além de beleza fisica, e tentar também de algum jeito (infelizmente só tentar) fazer com que você não precise olhar em outras direções, porque seus olhos vão estar dentro dos meus.Eu quero sempre encontrar você, sejá lá aonde você estiver...''

(Tati Bernardi)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

terça-feira, 14 de dezembro de 2010


Li uma vez que você vive não sei quantas mil horas e pode resumir tudo de bom em apenas cinco minutos. O resto é apenas o dia-a-dia. Um olhar, uma lágrima que cai, um abraço… Isso é muito pouco na vida. Então, isso vale mais que tudo para mim.

(Caio Fernando de Abreu e Cazuza)

domingo, 12 de dezembro de 2010



Pergunto-te onde se acha a minha vida.
Em que dia fui eu. Que hora existiu formada
de uma verdade minha bem possuída

Vão-se as minhas perguntas aos depósitos do nada.

E a quem é que pergunto? Em quem penso, iludida
por esperanças hereditárias? E de cada
pergunta minha vai nascendo a sombra imensa
que envolve a posição dos olhos de quem pensa.

Já não sei mais a diferença
de ti, de mim, da coisa perguntada,
do silêncio da coisa irrespondida”.

(Cecilia Meireles)

O tempo é algo tão relativo,
pode ser que passe bem rápido
ou bem devagar.
Quanto tempo será que demora
para a lembrança virar saudade?

(Valéria Sorohan
www.rasurassobreviventes.blogspot.com)

"Recordo o cheiro do teu corpo – o desejo revela-se no lume dos olhos, mas é no perfume da pele que nos envolve, escorregando da alma, como um abraço invulnerável ao tempo. "

(Os íntimos, Inês Pedrosa)

"Como é que, de um dia para o outro, a tua voz deixou de me procurar, e eu deixei que a minha vida dispensasse o espelho da tua? "

(Inês Pedrosa)

"Eu? Eu não sou somente boa. Sou uma pessoa muito bonita. Generosa e linda – e quem aguentar, aguentou. Como prêmio, terá meu amor. Saberá da minha verdade. Dará boas gargalhadas. Mas terá que suportar uma boa dose daquilo que sinto. Pois, apesar de tudo ser diversão, nada é simples. Nada é pouco quando o mundo é meu!"

(Fernanda Young)

"Que dor de abraços
Que dor de transparência
E gestos nulos
Derretidos retratos
Fotos fitas"

(Hilda Hilst)

Tenta te orientar pelo calendário
das flores, esquece por um momento os números,
a semana, o dia do teu nascimento.
Se conseguires ser leve, aproveite,
enche tuas malas de sonho
e toma carona no vento.

(Fernando Campanella)

A vida não é uma lista de afazeres.
E o dia passa como passa o dia.
Uns melhores que outros. Ou iguais.

Às vezes prefiro acreditar que há algo mágico movendo tudo.
Ou às vezes percebo que são apenas escolhas perpassadas.
Ou tudo junto.
Gostei.

(Lili
www.meninaquele.blogspot.com/)

"É erótico ver uma mulher que sorri, que chora,
que vacila, que fica linda sendo sincera,
que fica uma delícia sendo divertida, que
deixa qualquer um maluco sendo inteligente. […]
Não conheço strip-tease mais sedutor."

(Martha Medeiros)

"Amores
maduros
mão caem
do pé."

(
www.abraobico.blogspot.com/)

"quero,
depois de tudo,
no fim de cada dia,
no fim das nossas vidas,
ser sua amiga (querida). "

(
www.sabrina-suspiro.blogspot.com/)

sábado, 11 de dezembro de 2010


"A Ausência é um intervalo entre os corpos..."

(Padre Fábio de Melo)

Vento leva a minha voz
E vê se encontra
O meu amor
Nada faz sentido
Nesse mundo sem o seu amor
Me sinto assim
Meio sem rumo
Viajo no meu disco voador
Te procurei no oceano
E quase que eu me entrego
À solidão
Voa passarinho, voa até
O céu mudar de cor
Nada faz sentido nesse mundo
Sem o seu amor
Você passou
Eu aprendi
A sonhar
Você me olhou
Fez o deserto chorar
A sua alma me abraçou
O seu calor fez o sol se pôr
A lua cheia se esvaziou
Quando você chegou

Vem de lá
Nenhum lugar
Espaço além, do coração
Vem na luz do sol
O vento traz
Nudez de tal revelação
Quando um grande amor
Tiver o prazer de nos visitar
E se for alguém
Que possui a luz de um anjo bom
Deixa entrar
Seremos dois
Milhões de sóis de eterna manhã
Vem meu anjo bom que tem o dom
E é da cor que eu quero mais
Nas constelações há de ter o bem que você sonhou
E será alguém que possui a luz de um anjo bom

(Ano Bom - Flávio Venturini)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010


Porque é tão mais fácil aturar a vida sabendo que tem
você. Agora sem você, meu amigo, a coisa é feia.
Realmente feia.

(Caio Fernando ce Abreu)

"Porque você se foi? Se sabia que haveria uma distância,
e que na distância a gente perde ou esquece tudo aquilo
que construiu junto. É, eu to perdendo e esquecendo!"

(Caio Fernando de Abreu)

"Cultive, cuide, queira bem, o resto vem."

(Caio Fernando de Abreu)

"Lembro dos sorrisos, das conversas, dos divãs, dos hormônios, de tudo… e me dá uma saudade irracional de você. Uma vontade de chegar perto, de só chegar perto, te olhar sem dizer nada, talvez recitar livros, quem sabe só olhar estrelas… dizer que te considero - pode ser por mais um mês, por mais um ano, ou quem sabe por uma vida - e que hoje, só por hoje ou a partir de hoje (de ontem, de sempre e de nunca), é sincero."

(Caio Fernando Abreu)

"Você só precisa ter calma e não desejar tanto.
Do desejo é que saem as angústias."

(Carlos Drummond de Andrade)

"Quem é apaixonado larga tudo, assume os riscos, salta no escuro, não deixa ninguém do outro lado da linha esperando. O apaixonado sofre para não provocar sofrimento, sofre no lugar de quem ama. E arruma explicações para ir, e de modo nenhum para não ir."

(Fabrício Carpinejar)

Mesmo que todas as carícias
tivessem o fogo do sol,
não seriam tão ardentes
quanto as sensações
deixadas por tuas mãos,
quando me tocam a pele...

E mesmo que todos os toques
tivessem a leveza da brisa,
não seriam tão suaves
quanto as impressões
deixadas por tuas palavras,
quando me afagam o pensamento...

(Helena Chiarello)