terça-feira, 23 de fevereiro de 2010


"Eu gostaria de viver com você,
mas não foi por isso que vim.
A intenção é unicamente deixá-lo saber que é amado
e deixá-lo pensar a respeito,
que amor não é coisa que se retribua de imediato,
apenas para ser gentil.
Se um dia eu for amada do mesmo modo por você,
me avise que eu volto,
e a gente recomeça de onde parou,
paramos aqui."

(Martha Medeiros)

"Desejo que haja cumplicidade.
Que o entendimento aconteça no olhar.
Que as palavras sejam estilingues e não pedras.
Desejo que haja tolerância e muita paciência.
Que os defeitos de um, não machuquem o outro.
Que as qualidades de um, não ofusquem o outro.
Desejo que o tempo seja generoso
Que os dias passem em paz.
Que as noites sejam de festa.
Desejo que a a rotina não seja cruel
Que a paixão seja sempre descoberta.
Que o abraço seja sempre conforto.
Desejo que as vontades caminhem de mãos dadas
Que as diferenças e distâncias só sirvam para aproximar.
E que a fé no amor, seja salvação para todos os dias."

(Briza Mulatinho)

Quando você pede a uma Estrela,
Não importa onde esteja,
Aquilo que seu coração deseja,
virá para você..."

(Walt Disney)

Se brincam os pássaros contigo
E ficam cantando ao teu redor
Deve ser o teu cheiro de paz
...Teu olhos de céu
...Teus cabelos leves de brisa
Porque tu és, assim, algo de sublime
Que leva tudo,
[Que me toma tudo!]
E todas as demais coisas
Vem apenas depois de ti
Tu és quase como um milagre,
Mas um milagre não costuma ser tão perfeito..."

(Cáh Morandi)

Que dance a linda flor girando por aí
Sonhando com amor sem dor, amor de flor
Querendo a flor que é, no sonho a flor que vem
Ser duplamente flor, encanta colore e faz bem."

(Bela Flor - Maria Gadú)

Bleffe - Lilás

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010


Em vez de tentar escapar de certas lembranças,
o melhor é mergulhar nelas e voltar à tona,
com menos desespero e mais sabedoria.
Todos temos nossas dores de estimação.
O que nos diferencia uns dos outros,
é a capacidade de conviver amigavelmente com elas.

(Martha Medeiros)

Animais são anjos disfarçados,
mandados á Terra por Deus para mostrar
o que é fidelidade!!

(Arthur da Távola)

"É claro que eu te quis mais do que você a mim
que filme mais antigo
que novelinha mais sem fim
que texto ruim..."

(Lulu Santos)

"... é que o amor é essencialmente perecível, e na hora em que nasce começa a morrer. Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiasmo, um bocadinho do céu. Mas depois... Seria, pois, necessário estar sempre a começar, para poder sempre sentir?"

(Eça de Queiroz)

"Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa... que sem amor, a vida não vale a pena."

(Martha Medeiros)

"...os afetos tecem-se com fios de seda.
nos batimentos da voz e do coração.
nas mãos que se gastam a tecer."

(Maria José Quintela)

domingo, 21 de fevereiro de 2010


Não tenha medo da quantidade absurda de carinho que eu quero te fazer.
E de eu ser assim e falar tudo na lata.
E de eu não fazer charme quando simplesmente, não tem como fazer.
E de eu te beijar como se a gente tivesse acabado de descobrir o beijo..."

(Tati Bernardi)

"Eu sou nostálgica demais,
pareço ter perdido uma coisa não se sabe onde e quando”

(Clarice Lispector)

"Sou uma filha da natureza:
quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo,
de um mistério. Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja.
Isso lhe assusta? Creio que sim.
Mas vale a pena.
Mesmo que doa. Dói só no começo."

(Clarice Lispector)

Por diversos dias eu quis tê-lo e não o tive...
Hoje eu quero da vida exatamente o que ela tem me dado:
mesmo que isso inclua saudade...e ausência.

(Marla de Queiroz)

Foi um beijo onde não importava a boca
só tuas mãos quentes me apertando pelas costas
nada estava acontecendo na minha frente
e a ansiedade que havia não era pouca
teus dedos perguntavam pra minha blusa
se meu corpo acolheria um delinqüente
descoladas as línguas um instante
minha resposta saiu um tanto rouca.

(Martha Medeiros)

"Há um grande silêncio que está sempre à escuta...
E a gente se põe a dizer inquietamente qualquer coisa,
qualquer coisa, seja o que for,
desde a corriqueira dúvida sobre se chove ou não chove hoje...
E, por todo o sempre, enquanto a gente fala, fala, fala,
o silêncio escuta... e cala."

(Mário Quintana)

Hoje eu queria teu colo...
Meu silêncio e o teu afago
Em mútuo consentimento
Trocando segredos
Tecendo sabores
Tramando ternuras
Confessando amores
Hoje eu queria teu colo...
Talvez mais - cumplicidade
A tua força
Tua certeza
Contra a minha fragilidade
Hoje eu queria teu colo...
Tua voz
Tuas mãos
Tua alegria
No entanto, só essa estúpida solidão
Me faz companhia.

(Alice Daniel)

Procuro e não te encontro
não paro, nem volto atrás
Eu sei, dizem todos que é loucura
Eu andar à tua procura
Sabendo bem onde tu estás!
Procuro e não te encontro
Procuro nem sei o quê!
Só sei, que por vezes ficamos frente a frente
E ao ver-te ali finalmente
Procuro, mas não te encontro!
Preferes a outra e queres
Que eu nunca, vá ter contigo
Por isso, tenho um caminho marcado
E vou procurar-te ao passado
Para lembrar o amor antigo
Procuro e não te encontro,
Procuro, nem sei o quê
Só sei, que por vezes ficamos frente a frente
E ao ver-te ali finalmente
Procuro, mas... não te encontro!

(Nóbrega e Sousa)

Sim
Eu poderia fugir, meu amor
Eu poderia partir
Sem dizer pra onde vou
Nem se devo voltar

Sim
Eu poderia morrer de dor
Eu poderia morrer
E me serenizar

Ah
Eu poderia ficar sempre assim
Como uma casa sombria
Uma casa vazia
Sem luz nem calor

Mas
Quero as janelas abrir
Para que o sol possa vir iluminar nosso amor

(Janelas Abertas - Vinicius e Tom)

"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado.
Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável,
pelo socialmente aceitável, pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar."

(Osho)

Feche as portas e o pôr-do-sol
Depois disso você não pode sair
Você pode ver o maior retrato
Descobrir sobre o que é
Você está aberto ao horizonte
Você não quer voltar para casa
Num jardim cheio de anjos
Você nunca estará sozinho

Mas a estrada é longa
As pedras em que você está andando
Desapareceram

Com a luz da lua para te guiar
Sente a alegria em estar vivo
O dia em que você parar de correr
É o dia em que você vai chegar

E a noite
Em que você ficou fechado
Foi o tempo para decidir
Pare de perseguir sombras
Apenas aproveite a viagem

Se você fechar a porta
de sua casa
Não deixar ninguém entrar
Ela é uma sala que está cheia de nada
Tudo isso sob a pele
O rosto contra a janela
Não consegue ver isso
Tornar-se cinzento
E nunca irá apanhar o vento inconstante
Se você escolher ficar

Com a luz da lua para te guiar
Sente a alegria em estar vivo
O dia em que você parar de correr
É o dia em que você vai chegar

E a noite
Em que você ficou fechado
Foi o tempo para decidir
Pare de perseguir sombras
Apenas aproveite a viagem

Pare de perseguir sombras
Apenas aproveite a viagem

Convém em certas ocasiões,
ocultar o que se traz no coração.

(Moliére)

"(...) de vez em quando
vem um vento bobo
e sopra: é preciso acreditar.
é preciso ter uma paciência revolucionária.
é preciso ter uma fé inquebrantável.
é preciso ter fantástica felicidade."

(Chacal)

"Mas essa sede de outro corpo é que nos deixa loucos e vai matando a gente aos pouquinhos."

(Caio F. Abreu)

"Estou me transformando aos poucos num ser humano meio viciado em solidão. E que só sabe escrever. Não sei mais falar, abraçar, dar beijos, dizer coisas aparentemente simples como "eu gosto de você". Gosto de mim. Acho que é o destino dos escritores. E tenho pensado que, mais do que qualquer outra coisa, sou um escritor. Uma pessoa que escreve sobre a vida – como quem olha de uma janela – mas não consegue vivê-la."

(Caio Fernando de Abreu)

Hoje senti um abraço forte
Senti invenções ingênuas
De acreditar nessa força sua
Que fica tanto em mim...
Senti o acarinhar no rosto
Desses beijos que me vem
Em forma de brisa e leveza...

(http://tristeflor.blogspot.com)

sábado, 20 de fevereiro de 2010


“(...) sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na idéia, querendo e ajudando; mas, quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só facear com as surpresas. Amor desse, cresce primeiro; brota é depois”

(Guimarães Rosa)

"É tão bom quando faz sol.
Ainda mais quando é sexta-feira.
Gosto quando chove também, mas hoje precisava era de céu azul.
Tudo amanhece.
Até a menina que sente o coração se encher dessa ternura, que a distância não deixa virar abraço e beijo.
Vezenquando, é bom que não vire abraço e beijo e viva ali no Reino do Encantamento, para todo & sempre, amém.
Vezenquando, só.
Porque a vida precisa de pele e cheiro e calor e o tiquetaquear do coração do Outro junto do coração da gente."

(Briza Mulatinho)

"O que é preciso é não ir demais contra a onda.
Isso é uma forma de lutar:
esperar, ter paciência, perdoar, amar os outros.
E cada dia aperfeiçoar o dia."

(Clarice Lispector)

"Eu não digo que eu tenha muito,
mas tenho ainda a procura intensa
e uma esperança violenta."

(Clarice Lispector)

Uso a palavra para compor meus silêncios.
Não gosto das palavras
fatigadas de informar.
Dou mais respeito
às que vivem de barriga no chão
tipo água, pedra, sapo.
Entendo bem o sotaque das águas.
Dou respeito às coisas desimportantes e aos seres desimportantes.
Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas mais que a dos mísseis.
Tenho em mim esse atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.
Sou um apanhador de desperdícios:
Amo os restos,
como as boas moscas.
Queria que a minha voz tivesse um formato de canto.
Porque eu não sou da informática:
eu sou da invencionática.
Só uso a palavra para compor meus silêncios.

(Manoel de Barros)

A gente dorme de olhos fechados
que é para poder sonhar por dentro, amor.

(Rita Apoena)

"Se a gente cresce com os golpes duros da vida,
também podemos crescer com os toques suaves na alma."

(Cora Coralina)

Frescor agradecido de capim molhado
Como alguém que chorou
E depois sentiu uma grande,
uma quase envergonhada alegria.
Por ter a vida
Continuando...

(Mário Quintana)

"E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário...por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo."

(Caio F. de Abreu)

"Passava os dias ali, quieto,
no meio das coisas miúdas.
E me encantei."

(Manoel de Barros)

"Quanto a mim, tenho que lhes dizer que as estrelas
são os olhos de Deus vigiando para que tudo corra bem.
Para sempre. E, como se sabe, "sempre" não acaba nunca."

(Clarice Lispector)

Tudo exatamente
Extremamente
Intensamente
Me lembra você
E nada absolutamente
Me tira isso.

(Andréia Horta)

"Hoje, contemplando o fim da tempestade,
Já não recolho os destroços como antes.
Levanto minha cabeça e sigo em frente...
Se tenho que tirar uma lição, fica esta:
O vento só leva, quem se deixa levar...."

(Rose Felliciano)

“Abri suas cartas, seus recados, seus bilhetes...
e neles haviam seus suspiros e sua alma."

(Caio Fernando Abreu)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010


''Então me vens
E me chegas
E me invades
E me tomas
E me pedes
E me perdes
E te derramas sobre mim com teus olhos sempre fugitivos
E abres a boca para libertar novas histórias
E outra vez me completo assim, sem urgências, e me concentro inteiro nas coisas que me contas, E assim calado,
E assim submisso, te mastigo dentro de mim enquanto me apunhalas com lenta delicadeza deixando claro em cada promessa que jamais será cumprida,
Que nada devo esperar além dessa máscara colorida, que me queres assim porque é assim que és [...]"


(Caio Fernando de Abreu)

"Intimidade é quando a vida da gente relaxa
diante de outra vida e respira macio.
Não há porque se defender de coisa alguma
nem porque se esforçar para o que quer que seja.
O coração pode espalhar os seus brinquedos.
Cantar a música que cada instante compõe.
Bordar cada encontro com as linhas do seu próprio novelo.
Contar as paisagens que vê enquanto cria o caminho.
Andar descalço, sem medo de ferir os pés."

(Ana Jácomo)

"Pra que pensar?
Também sou da paisagem...
Vago, solúvel no ar, fico sonhando...
E me transmuto... iriso-me... estremeço...
Nos leves dedos que me vão pintando!"

(Mário Quintana)

"Vou ser feliz, sem me importar com o que isso irá causar aos outros... o importante é que não estou fazendo mal a ninguém, pelo contrário! Estou apenas enterrando as impurezas e toxinas da minha vida e deixando brotar uma bela e frutífera árvore, e que seja doce."

(Caio Fernando de Abreu)

"Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede.
Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas."

(Ana Jácomo)